Cuidados Básicos com seu Tigre D'Água e Manutenção do Aquário.

ÁQUARIO E ACESSÓRIOS: CUIDADOS NA HORA DA COMPRA E MANUTENÇÃO

  Não há necessidade de colocar pedrinhas ao fundo do aquário, nem plantas artificiais muitas vezes na busca por algum nutriente elas intuitivamente engolem estes materiais e podem vir a morrer por isso deixe o fundo somente no vidro mesmo. Se houver este material na rampa, deve ser colado. Qualquer enfeite que venha a colocar no aquário, deixe maior espaço entre a parede e o objeto para que o filhote não fique preso embaixo d'água ao tentar passar por ali. Lembre-se: são animais de hábitos aquáticos, mas de respiração pulmonar.

  Caso queira viajar e não tenha quem cuide da tartaruga, compre uns peixinhos pequenos que não necessitam de oxigenação e solte-os com a tartaruga, ela vai adorar o movimento e quando sentir apetite se alimentará deles.

  É ideal para esta espécie o uso da lâmpada especial para répteis, que substitui a luz solar, você encontra nas lojas de aquários. Deixe acesa de dia e apague á noite. Procure não fechar a tampa do aquário totalmente. Deve sempre haver troca de ar para evitar fungos.

  Elas necessitam secar-se completamente, ao sol ou na luz da lâmpada, em local mais alto, totalmente fora da água.

  Esta espécie é muito frágil quando se trata de diferenças de temperatura, aconselhamos sempre que mantenha o aquário em temperatura entre 28 e 29 graus, e quando trocar a água, que o faça por água da mesma temperatura, para evitar choque térmico. Faça uso de termostato e aquecedor.

  Quanto ao tamanho do aquário, elas levam cêrca de 5 anos para chegar na fase adulta e aí vão precisar de espaço suficiente para poderem nadar e se virar dentro do aquário! Enquanto pequenas precisam somente de espaço para isso mesmo nadar e virar-se, não precisam mais que 10 cm de água, e lembre-se que elas preferem se alimentar na água.

  IMPORTANTE: Nunca retire o filhote do aquário para deixá-lo ao sol no chão, poderá morrer facilmente! O cimento ou lajota fica tão quente que o filhote não consegue caminhar e seu sangue rapidamente se aquece e o filhote morre em minutos. Este animal necessita dos raios solares, mas a maneira mais segura de obtê-los é através da lâmpada especial para répteis. Caso não tenha a lâmpada, coloque o filhote em uma bacia de bordas altas, com opção de sombra, e no meio da bacia com água, coloque um tronco ou galho onde possa subir e secar-se ao sol, completamente.Respeite o horário de sol brando, antes das 10:00 e depois da 16:00 hrs.

QUANDO O FILHOTE ESTÁ SAUDÁVEL E COMENDO

  Recomendamos que dê uma quantidade de ração que seja suficiente para satisfazer o filhote, ou seja, até que perceba que o filhote parou de comer e somente uma vez ao dia. Indicamos a marca SERA, que é usada aqui no criadouro e vendida através deste site caso não encontre em sua cidade. Deste modo a água não sujará tanto. Um filhote saudável alimenta-se bem, então não se preocupe enquanto estiver comendo e procure por sintomas de doenças quando estiver aquecido e sem apetite.

QUANDO SEU FILHOTE NÃO ACEITA BEM A RAÇÃO

  Procure aquecer a água em torno de 29 a 30 graus para que o filhote fique com o metabolismo mais alto, pois aí terá mais apetite.

  Quando a água estiver em boa temperatura por uma hora, procure oferecer alimentos mais apetitosos que a ração, como: Peixe cru, carne moída crua com pouca gordura, frango também cru, pequenos pedacinhos que ela possa abocanhar, movimente a carne em frente á sua cabeça se estiver saudável e aquecida não resistirá ao alimento, adoram minhocas vivas também, dê pequenas quantidades, pois assim que perder o cheiro do sangue, elas perdem o interesse e a água poderá ficar suja demais.

  Ofereça o alimento somente enquanto houver interesse do animal. Procure não acostumá-los apenas com carne, pois a ração será mais completa, poderá deixar boiando folhas verdes escuras, como espinafre, ou rúcula (só não ofereça alface, pois terão diarréia). Plantas aquáticas serão bem apreciadas também, elas necessitam da vitamina A das folhas mais escuras.

  Evite colocar pequenas pedras ao fundo, elas poderão engolir e ter problemas. Deixe direto no vidro. Não coloque plantas de plástico pela mesma razão. Vão apreciar ficar " protegidas" embaixo de algo, como duas pedras onde apoiará um tronco ou galho natural, formando uma espécie de ponte...se sentem mais seguras assim, escondidas.

CASO O FILHOTE NÃO ESTEJA SE ALIMENTANDO, PROCURE FUNGOS EM SEU CORPO

Caso o filhote não esteja se alimentando, procure por fungos, eles são bem comuns nesta espécie e tratáveis se forem percebidos rapidamente. Procure nas patas e cabeça por manchas branco-esverdeadas, com aspecto de algodão, são fungos, que costumam proliferar-se em ambientes que reúnem 3 fatores: umidade, calor e falta de luz.

Os fungos podem matar o filhote. Se encontrar fungos no animal, faça rapidamente o seguinte tratamento:

1º - Vá a uma farmácia de uso humano e compre uma cartela de " Permanganato de Potássio". O comprimido mancha a pele, então evite contato direto. Não é um tratamento dispendioso.

2º - Dilua em 5 litros de água 1 comprimido e deixe aí o filhote por meia hora, em um balde ou bacia onde não possa encostar as patas ao fundo, nem possa sair da água, deve ficar totalmente exposta ao produto, não permita que suba em nada. Repita o processo depois de 48 hrs. Na primeira vez em que realizar esta assepsia, coloque o filhote em um pequeno recipiente seco enquanto faz o seguinte: utilize a água onde deixou o filhote para lavar o aquaterrário e seus enfeites, aquecedor, etc., assim se certificará de eliminar os fungos do local. Enxague muito bem somente com água e encha o aquaterrário, aqueça a água na temperatura em que estava quando retirou o animal e somente então recoloque a tartaruga no recinto.

3º - Evite fungos deixando uma fresta aberta na tampa do aquário, sempre.

4º - De preferência utilize um fungicida na água, seguindo instruções do vendedor.

Caso descarte o problema dos fungos, verifique se a flutuação do animal está normal, se flutua demais ou afunda muito, se está nadando de lado, se os olhos estão inchados ou se abre muito a boca, se fica no seco, encolhido e sem apetite. Estes são sintomas de algo mais sério, a nível pulmonar… Este tipo de infecção nestes animais é muito séria e de difícil tratamento, que geralmente ocorre devido ás mudanças bruscas na temperatura.

Lembre-se: A melhor maneira de evitar doenças é seguindo as dicas acima.

Caso um dia não possa ou não queira mais manter sua tartaruga, entre em contato conosco ou com o Ibama de sua cidade. Nunca solte o animal na natureza ou em parques, você estará cometendo um ato ilegal.

COMO CONSTRUIR UM LAGUINHO NO JARDIM

Quando pretender construir um espaço diferenciado para seu filhote, faça-o com bordas altas e paredes muito lisas, pois esta espécie escala facilmente o cimento....não deixe cantos com ângulos fechados, sempre arredondados...pois ela se posiciona com uma pata em cada canto e escala...se houver cantos , procure colocar em cima uma pedra ou madeira, para que quando ela suba, não possa sair por alí.

Dê sempre opção de sombra e local para que tome sol...como seu refúgio é a água, ela vai gostar mais se colocar no meio da água um tronco para que escale para tomar sol, e quando se sentir ameaçada pulará na água facilmente...não utilize pedras, pois ficam muito quentes ao sol, como o cimento...

Cuide com a temperatura, se sua cidade for muito fria, não aguentará no inverno, a não ser que possa ter profundidade para se enterrar na lama do fundo da lagoa... Invente um modo de trocar a água com facilidade, ou filtrá-la, pois o animal estará bebendo da mesma água em que se alimenta e defeca.

A água parada, ( sem quedas ) fica mais aquecida ao sol, ela vai preferir. Quando for limpar o local ou trocar a água, melhor medir a temperatura e retirar os animais, deixando em local como uma bacia, na sombra. Ao recolocar o animal no ambiente, verifique antes se a água está na mesma temperatura daquela em que o animal estava, pois adoecem se sofrerem mudanças bruscas na temperatura, pois seu sangue está na temperatura ambiente e demora a adaptar-se.

Quer comprar um Tigre D'água? É fácil e rápido!

Você pode comprar seu filhote online em nosso site, que enviaremos para sua casa por transportadora, em qualquer lugar do Brasil.

Comprar já.

Ficou com alguma dúvida? Quer mais informações?

Estamos a disposição para atendê-lo. Aguardamos seu contato: +55 (41) 3462-4134 ou tigredagua@terra.com.br